Amazonas registra primeiro caso suspeito de varíola dos macacos

Trata-se de um homem que teve contato com estrangeiros

Foto: ilustrativa

A Fundação de Medicina Tropical registrou na noite dessa sexta-feira (1), o primeiro caso suspeito de varíola dos macacos no Amazonas. Trata-se de um homem que nas últimas semana teve  contato com estrangeiros.

De acordo com a equipe médica, o paciente está há quatro dias com sintomas como feridas, tosse, dor de cabeça e dores no corpo.

Agora a equipe investiga se o homem infectou outras pessoas. No Brasil, já foram confirmados 21 casos da doença.

Rio de Janeiro tem transmissão local 

O secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Rodrigo Prado, afirmou que já há transmissão local do vírus monkeypox, causador da varíola dos macacos, na capital fluminense.

A pasta confirmou mais dois casos na cidade do Rio: são dois homens, de 25 e 30 anos, que não viajaram ao exterior nem tiveram contato com viajantes.

“Os pacientes não têm histórico de viagem nem histórico de contato com ninguém que viajou. Sendo assim, se configura transmissão local. Ao todo, são três casos confirmados no município”, disse o secretário.