Amazonas tem o primeiro caso confirmado da variante Ômicron

O caso registrado foi em uma mulher, de 27 anos, que veio de Fortaleza para Manaus

REUTERS/Dado Ruvic/Direitos Reservados

O Amazonas confirmou, nesta terça-feira (04), o primeiro caso importado da variante Ômicrom do novo coronavírus. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP).

De acordo com a FVS, trata-se de uma mulher brasileira, de 27 anos, residente em São Paulo e que chegou a Manaus, procedente de Fortaleza, no dia 21 de dezembro, com sintomas gripais. Ao chegar na capital, realizou coleta no posto de testagem no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, onde testou positivo para Covid-19 e foi orientada para o isolamento domiciliar durante 14 dias.

A paciente tinha sintomas leves de tosse e coriza e com calendário vacinal completo, incluindo a dose de reforço.

A FVS-RCP reforça junto à população a necessidade de adesão às medidas de prevenção não farmacológicas, como usar máscaras faciais; evitar locais fechados e pouco ventilados; e adotar medidas de distanciamento social e de etiqueta respiratória, além da higienização das mãos. O órgão recomenda, ainda, que seja realizado o exame diagnóstico e mantido, em casos positivos de Covid-19, o isolamento social por 14 dias.