Amazonas terá sistema integrado de informação do ‘Teste do Pezinho’ em maternidades

Foto: Divulgação/MPE

A partir de agora, os dados sobre a aplicação do Teste do Pezinho nas maternidades da capital amazonense e do interior terão acompanhamento mais rigoroso do Ministério Público do Estado (MPE), Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Isso porque, uma Portaria-coletiva assinada entre os órgãos, nesta terça-feira (13), prevê a utilização de um sistema único informatizado dos recém-nascidos. 

“Esse trabalho que estamos inaugurando hoje é carregado de significados, porque com o exame identificamos doenças, podemos tratá-las antecipadamente, garantindo dignidade a essas crianças”, disse a Procuradora Geral de Justiça, Leda Mara. 

O sistema foi desenvolvido pelo especialista em Tecnologia da Informação da Semsa, William Terra, que apresentou um novo sistema de cadastro de recém-nascidos que realiza o “Teste do Pezinho”. A ‘Triagem Neonatal’ é uma base de dados que foi criada para dar um diagnóstico da aplicação do exame nas maternidades e vai possibilitar o acompanhamento mais rigoroso da aplicação dos exames em crianças com poucos dias de nascidas. 

Todas as maternidades e unidades de referência vão estar cadastradas por zona geográfica. Informações como nome, data de nascimento, e-mail da mãe e contato telefônico vão estar cadastrados. A iniciativa visa a redução dos 25% de bebês que ainda não fizeram o Teste do Pezinho, através de uma busca ativa da criança.

“O sistema vai propiciar uma melhor gestão dessas crianças recém-nascidas que obrigatoriamente têm que realizar o teste do pezinho. É um momento importante em que nós apresentamos o sistema que vai melhorar muito a aquisição de dados para que no futuro possamos implementar ainda mais melhorias dentro do sistema. A gente sabe que tratar bem das crianças é matéria de extrema importância. A primeira infância traz benefícios incalculáveis e a criança quando é tratada com tempo tem grandes possibilidades de ter um desenvolvimento melhor”, disse o secretário municipal de saúde Marcelo Magaldi.

Consolidação do sistema

A ideia do trabalho em conjunto que o Ministério Público desenvolveu com a Semsa e a Susam é a de efetivamente integrar o Plano Nacional de Triagem Neonatal pelo qual o Teste do Pezinho deve ser ofertado a todas crianças com a intenção de tratar preventivamente doenças e evitar a mortalidade e morbidade.

“Esse sistema chega para colocar um grau de eficiência no serviço e no tipo de assistência que o estado e o município oferecem nunca antes visto. Primeiro, integra rede, porque antes a rede não conversava, ambos sofriam com problemas seculares. Hoje estado e município dão as mãos junto com o Ministério Público e a Fundação Hemoam, para construirmos uma nova realidade que não é só para Manaus é para o estado do Amazonas”, declarou a Promotora de Justiça Silvana Nobre.

Para o secretário de saúde do Amazonas, Rodrigo Tobias, a assinatura da Portaria-conjunta é histórica e promissora. “Vai haver uma revolução no que diz respeito ao acompanhamento de crianças que antes eram invisíveis ao estado no que diz respeito ao teste do pezinho. Esse teste é importantíssimo para a gente verificar uma série de patologias do sangue, enquanto recém-nascidos para que tenham um futuro saudável”, disse o secretário estadual de saúde Rodrigo Tobias.

Na avaliação do governador em exercício e secretário-chefe da Casa Civil, Carlos Almeida, a colaboração de todos é essencial. “Até porque a situação que nós temos no Sistema Único de Saúde do Amazonas exige o máximo de inteligência, para que tenhamos o máximo de resultados com os escassos recursos disponíveis”, destaca Carlos Almeida.

Com informações das assessorias do MPE, Susam e Semsa.