Amazonino: Amazonas precisa de um líder compromissado com interior

Foto: Clóvis Miranda

O candidato da coligação “Eu voto no Amazonas”, Amazonino Mendes (PDT), visitou, nesse domingo (02),o município de Novo Aripuanã (a 228 quilômetros de distância de Manaus), e destacou que o Amazonas precisa de um líder compromissado com o interior do Amazonas. Ao lado de Rebecca Garcia (PP), candidata a vice-governadora, Amazonino visitou as obras do sistema viário que estão sendo executadas na “Terra do Tucumã”. O investimento ultrapassa o montante de R$ 13 milhões.

Durante a passagem pelo município, Amazonino lamentou o abandono, provocado pelos governos anteriores, do povo interiorano. Ele endossou a responsabilidade que tem com o cidadão do interior. “Eu tenho de forma clara, inequívoca, compromisso com o homem do interior. Toda a minha história mostra isso. Toda a minha vida mostra isso. A nossa Zona Franca de Manaus volta e meia sofre agressões contumazes, sistemáticas dos governos da República. Por isso, o Amazonas precisa de liderança, comprometida, capaz, firme, forte, consciente, pois você não pode ficar simplesmente ao abandono como ficou durante tantos anos”, declarou Amazonino.

Ao visitar a execução de obras, Amazonino Mendes reiterou o investimento, de R$ 1,5 bilhão em diversos setores, alcançado pelo novo governo em dez meses de gestão. “Estou muito feliz porque as obras estão de ‘vento em popa’ e mudando completamente a cidade. É uma perspectiva que o povo alimentava com muita ansiedade. Tudo isso graças ao zelo e o cuidado com a máquina pública. Não deixamos desviar os recursos”, comentou o candidato.

Emprego e renda

De acordo com Rebecca, se eleita vice-governadora, a preocupação com a geração de renda das mulheres interioranas é uma das bandeiras de luta, de forma que as mães de família possam ter oportunidades nos próprios municípios.

“Eu quero poder cuidar das famílias, principalmente da geração de renda para as nossas mulheres. Há muita oportunidade para se trabalhar com as mulheres. Uma das alternativas é a proporcionar às nossas costureiras, cooperativas de mulheres, a oportunidade de fornecer o material escolar para os colégios estaduais. Rapidamente a gente começa a gerar emprego e renda nos municípios”, destacou Rebecca.

A agricultora Sueli Pereira, 40, disse que somente no governo de Amazonino Mendes, os moradores de Novo Aripuanã voltaram a ter esperança de dias melhores. “Para mim foi um prazer de agora nós termos, nosso transporte livre de lama e de outras coisas. Para mim, estou satisfeita. É uma melhoria para os meus filhos, que vão para a escola, para os outros. Todos aripuanenses e de outros municípios, estamos com Amazonino e que ele possa fazer mais do que ele está fazendo”, disse a moradora.

Amazonino fez

Amazonino, em dez meses de governo, acabou com a desorganização na máquina administrativa, revisando contratos, cortando gastos dispendiosos. A ação resultou em uma economia de mais de R$ 300 milhões e que foram aplicados diretamente em investimentos ligados as áreas essenciais como saúde, educação, segurança.

Graças ao novo governo, a cidade aripuanense recebeu investimentos de mais de R$ 13 milhões. Somente em infraestrutura, dos R$ 11,4, R$ 7,9 milhões foram aplicados no sistema viário, e o povo de Novo Aripuanã pode dar adeus à lama, poeira e buraco, problemas que se arrastavam há mais de 15 anos. A cidade vai ser contemplada ainda com um centro de convivência, a recuperação da orla, do estádio, da pista do aeroporto, e a revitalização do conjunto Sandico Sá, que receberá serviço de rede hidráulica e elétrica, além de serviço de infraestrutura.

Na saúde, com a repactuação de dívidas deixadas pelos governos passados, Amazonino, após 18 meses, liberou recursos para o município, num total de R$ 907 mil que foram utilizados na aquisição de materiais e insumos, bem como mão de obra.

Em outros governos, “Negão” construiu escolas na cidade, estrada que liga Novo Aripuanã a Apuí; implantou o “Terceiro Ciclo”, potencializando o setor primário; desenvolveu o setor pesqueiro; garantiu acesso ao seguro defeso; construiu fábrica de gelo, entre outras ações.

Acompanharam a “Comitiva do 12”, os deputados federais Átila Lins (PP) e Alfredo Nascimento (PR), candidatos à reeleição e a senador, respectivamente. E mais os deputados estaduais Adjuto Afonso (PDT) e Berlamino Lins (PP), que disputam a reeleição.

Matéria de responsabilidade da assessoria do candidato.