Amazonino diz que as empresas do PIM contarão com o governo do Estado

Líder da coligação “Movimento pela reconstrução do Amazonas”, o candidato Amazonino Mendes (PDT) foi recebido, na manhã desta quinta-feira (20), pelos diretores da maior montadora de motocicletas do país, a Honda da Amazônia, no Distrito Industrial, Zona Sul.

Ao vice-presidente da montadora, Júlio Koga, e ao assessor da diretoria, Mário Okubo, o ex-governador informou aos gestores que, se eleito, colocará o governo do Estado à disposição do Polo Industrial de Manaus.

“Eu no governo, eu ajudarei, respeitarei, farei todo o possível, no cumprimento do meu dever, para validar, dar força, conforto, segurança, confiança a essas grandes empresas que nos ajudam no desenvolvimento do Estado, sobretudo, na geração de emprego”, declarou.

O candidato ressaltou a importância da Honda no Amazonas e relembrou que a história da fábrica se confunde com a da Zona Franca de Manaus (ZFM). “A Honda é a grande empresa, símbolo da Zona Franca. É uma empresa que investiu para valer, praticamente, verticalizou o seu produto. Portanto, é a maior empregadora do distrito”, frisou.

Após a reunião, Amazonino caminhou pela fábrica e almoçou com os funcionários da montadora. Aos operários, Amazonino falou sobre o plano de governo para reconstruir o Amazonas e posou para selfies.

Foto: Clóvis Miranda

Assessoria de Comunicação

Esta matéria é de total responsabilidade do candidato

Agenda: (21/07)

Manhã – Entrevista na Rede Amazônica de Televisão;

Tarde – Embarque para visitas ao interior do Amazonas.