Amazonino não gostou de virar boneco e processou o Radar; juiz mandou tirar a entrevista

O negão não tá legal meu povo! Imagina que o governador Amazonino Mendes processou o Radar por causa do vídeo “Virou boneco: Any Margareth entrevista Amazonino Mendes”, um post de humor no Facebook onde euzinha entrevisto um desenho animado que simula ser o governador do Estado. O juiz auxiliar, Bartolomeu Ferreira de Azevedo Júnior do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), determinou que o Facebook retirasse a postagem. O Radar tinha avisado antecipadamente, que o candidato convidado a dar entrevista no Radar que não viesse, viraria boneco animado. Mas o governador não gostou nadica de nada da brincadeira. Quanto mau humor, AMA!

Amazonino, através de sua assessoria jurídica, apontou ilegalidade no fato da proprietária do Radar, no caso euzinha Any Margareth, ter pago promoção do vídeo no Facebook, coisa que todas os blogs, sites e portais fazem com seus vídeos e matérias, inclusive aqueles pagos com dinheiro público pelo governador para elogiá-lo o dia inteiro e alegou se tratar de “propaganda eleitoral negativa em desfavor do candidato (Amazonino)” – com um governo como esse, alguém precisa fazer propaganda negativa gente?

É uma pena porque o genérico do governador AMA, no caso o boneco animado, estava fazendo mais sucesso que o original, que tem uma rejeição medonha. As crianças e até os adultos queriam um boneco do AMA . Foram 55 mil pessoas atingidas, 18 mil visualizações, 133 compartilhamentos e 52 comentários.

Mas pra quem quer ver o boneco do AMA, o vídeo se encontra no Youtube.

Confira a decisão na íntegra