Amazonprev diz que mais de 3 mil benefícios podem ser suspensos por falta de recadastramento

Divulgação

A Fundação Previdenciária do Estado do Amazonas (Amazonprev), informou, nesta terça-feira (15), que 3,2 mil segurados podem ter os benefícios bloqueados em fevereiro por falta de atualização cadastral. Até agora, apenas 35,5% dos beneficiários realizaram o processo. O órgão alerta que prazo para a manutenção do registro encerra dia 31 de janeiro.

Após essa data, os pagamentos serão suspensos, conforme a Lei Complementar 30/2001. “Ou seja, mais de 1,6 mil segurados terão seus benefícios bloqueados caso não atualizem seus dados cadastrais junto ao órgão previdenciário”, alerta o presidente da Amazonprev, André Luiz Zogahib.

Se for levado em consideração outros 1,5 mil beneficiários pendentes de atualização cadastral do ano passado, o número de pagamentos que serão bloqueados vai ultrapassar os 3,2 mil já a partir de fevereiro. “Mas, tanto os segurados de 2018 quanto os que ainda estão pendentes de janeiro, têm até o final do mês para atualizarem seus dados e permanecerem na folha de pagamento”, esclarece Zogahib.

Documentação

Em Manaus, o recadastramento deve ser feito na sede da Amazonprev (rua Visconde de Porto Alegre, 486, centro), de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h30. Já os residentes no interior podem atualizar seus dados nas unidades da Secretaria de Educação do Estado (Seduc) localizadas em seus municípios. Durante o recadastramento é necessário que o segurado apresente carteira de identidade, CPF e comprovante de residência.

Para os domiciliados em outros estados, a atualização cadastral é realizada por via eletrônica no site www.amazonprev.am.gov.br. O segurado deve imprimir os formulários e preenchê-los com seus dados. Após esses procedimentos, a assinatura deverá ser reconhecida em cartório por autenticidade, antes de encaminhá-los, por meio dos Correios, para o endereço da Amazonprev em Manaus.

Recadastramento domiciliar

Os beneficiários residentes na capital, que estejam impossibilitados de locomoção (acamados, internados em hospitais ou em casas de repouso), podem solicitar, com antecedência, a visita domiciliar dos agentes da Amazonprev. O telefone para agendamento é o 3627 3404.