Ambev, Neoenergia e Philco fazem doações para ajudar a salvar vidas em Manaus

Bruno Kelly/Reuters

Diante da ineficiência das autoridades para salvar vidas em Manaus, a solidariedade das empresas tem sido essencial para ajudar a manter os hospitais da cidade com oxigênio.

A fabricante de bebidas Ambev está enviando 500 cilindros com oxigênio para o estado do Amazonas. A expectativa é que cheguem na manhã de sábado (16) em Manaus. A doação teve apoio de uma de suas fornecedoras de oxigênio, a Fluxos Distribuidora, e da fabricante de embalagens Ball.

A fabricante de eletrônicos Philco está repassando todo o seu estoque de oxigênio para o estado do Amazonas. O gás é usado na fabricação de aparelhos de ar condicionado. “São 608 mil litros de oxigênio disponíveis para que a Secretária de Saúde possa reabastecer os cilindros das unidades de atendimento, onde as pessoas em tratamento da covid-19 estão internadas”, disse a empresa em comunicado à imprensa.

A Neoenergia, que controla distribuidoras de energia elétrica como a Elektro e a Coelba, está doando refrigeradores científicos para a armazenagem de vacina em 658 cidades que atende e têm as piores notas no Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM).

A doação soma 6 milhões de reais. No total, a Neonergia já contribuiu com 20 milhões de reais para ações anticoronavírus. “Neste momento em que a campanha de vacinação é a saída para conter a pandemia de covid-19, apoiamos os municípios mais necessitados das nossas áreas de concessão, que precisam dos refrigerados adequados para a vacinação da população com segurança”, disse Mario Ruiz-Tagle, presidente da companhia, em nota à imprensa. A ação teve apoio da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).