Ao menos 42 pessoas são presas durante ação “PC-27” no Amazonas

PC-27

Uma ação integrada entre Polícias Civis dos 26 estados brasileiros, mais o Distrito Federal, foi deflagrada nesta quinta-feira (9) em várias cidades do território nacional com o objetivo de intensificar o combate ao crime organizado no País. Denominada “PC-27”, a ação foi coordenada no Amazonas pelo Delegado Geral de Polícia Civil, Josué Rocha, e envolveu as seis Delegacias Seccionais de Manaus com a participação do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM).

A “PC-27” foi desenvolvida pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil (CONCPC) em comemoração aos 205 anos de fundação da Polícia Civil, em 10 de maio de 1808, no estado do Rio de Janeiro. No Amazonas a ação contou com a participação de 41 Delegados de Polícia e 179 Policiais Civis, que cumpriram 24 mandados de prisão e 26 mandados de busca e apreensão na região metropolitana de Manaus.

Segundo levantamento parcial divulgado pelo DPM, até às 17h desta quinta-feira 42 pessoas haviam sido presas e oito adolescentes apreendidos durante a ação policial. Também foram apreendidos 10 quilos de drogas, entre maconha, pasta base e oxi; oito armas de fogo, entre pistolas e revólveres; e dois veículos roubados.

A ação “PC-27” entrou pela noite de quinta-feira em Manaus e teve um elevado número de registros de crimes ocasionados pelo envolvimento com tráfico de drogas na região metropolitana. “Essa ação é uma resposta positiva às denúncias feitas pela população. Pedimos que continuem contribuindo com nossas investigações”, declarou Suely Costa, Delegada Titular da 4º Seccional Oeste. Além dela, também participaram as Seccionais Leste, Norte, Centro-Oeste, Centro-Sul e Sul de Manaus.

“No Amazonas, concentramos as forças e todas as Seccionais estavam empenhadas em cumprir os mandados de prisão e de busca e apreensão. A Polícia Civil encerra a ação com números positivos, tirando das ruas mais de 40 pessoas envolvidas com a marginalidade. Isso mostra que a instituição permanece unida para combater a criminalidade”, disse o Delegado Geral de Polícia Civil, Josué Rocha.