Apenas quatro municípios do Amazonas podem firmar convênios com Governo Federal

(Foto: Danilo Mello/Aleam)

Durante sessão da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) apresentou um levantamento que fez das pendências dos 62 municípios amazonenses junto ao Cadastro Único de Convênios (CAUC) e afirmou, nesta quarta-feira (25), que apenas os municípios de Amaturá, Careiro Castanho, Manaquiri e Manaus estão com as prestações de contas em dias. Os outros 58 municípios seguem inadimplentes. Apenas os municípios que estão regularizados no CAUC podem firmar convênios com o Governo Federal.

“Ontem [24], na parte da tarde, resolvi levantar, junto com a minha assessoria, todos os CAUCs dos municípios amazonenses. Parabenizo os gestores de Manaus, Manaquiri, Amaturá e Careiro Castanho que irão passar os municípios aos futuros gestores sem pendências e com perfeitas condições de assinar convênios com o governo federal”, disse o deputado.

Serafim exibiu, durante sessão híbrida da ALE-AM (Assembleia Legislativa do Amazonas) desta manhã, um quadro com o número de pendências que cada município tem em relação ao CAUC. “Os municípios de Atalaia do Norte, Caapiranga, Tonantins, Envira e Itapiranga são os que têm mais pendências, com 9 ”, afirmou.

O líder do PSB na Casa Legislativa reiterou a necessidade da recriação do ICOTI (Instituto de Cooperação Técnica Intermunicipal), órgão importante para assessoria técnica aos municípios.

“Esse órgão dava assessoria aos prefeitos, municípios e permitia a eles que não vivessem uma situação como essa. Esse órgão foi extinto e nas diversas reformas administrativas, sempre prometeram recriá-lo, porque ele era um órgão importante para ajudar os municípios do ponto de vista administrativo. O que vemos é que a maioria das prefeituras está perdida na burocracia e não conseguem cumprir com as suas obrigações”, concluiu.