Anúncio

Apesar de empate sem gols, Dorival Júnior faz discurso otimista no Fla

O técnico Dorival Júnior evitou comentar de maneira negativa o resultado do seu primeiro jogo sob o comando do Flamengo. O empate sem gols com o Bahia, na Arena Fonte Nova, na noite deste sábado, não foi o que a torcida rubro-negra esperava. E o treinador ainda voltou a elogiar o trabalho de seu antecessor, Maurício Barbieri, e prometeu dar sequência ao trabalho.

Além disso, ele fez um discurso otimista. “Temos que apagar rapidamente esta imagem da desclassificação (da Copa do Brasil) e pensar em viver bons momentos”, disse. Dorival acha que o importante é ter uma postura positiva “que o Flamengo sempre precisou mostrar e que voltaremos a tê-la”.

Éverton Ribeiro reconheceu que o time não foi bem no primeiro tempo contra o Bahia, mas melhorou na etapa final. “A gente tentou ir mais a frente, mas ainda não deu para marcar. Vamos ter que melhorar. O Dorival já mostrou alguns erros e agora é trabalhar”, analisou.

+ Atlético-MG encara o Sport para se reaproximar de líderes

O zagueiro e capitão Réver registrou seu inconformismo pela “forçação” de barra dos jogadores do Bahia, que queriam um pênalti dele em cima de Zé Rafael, no final do primeiro tempo. “O Zé Rafael deveria ter recebido o cartão amarelo. Acho que nós jogadores devemos ajudar os árbitros e não ficar caindo toda hora sem acontecer nada”, analisou.

Se a estreia de Dorival Júnior aconteceu sem que ele tenha comandado nenhum treinamento no Flamengo, agora ele vai ter uma longa semana para acertar o time visando a revanche contra o Corinthians, sexta-feira, às 21 horas, de novo em Itaquera, pela 28.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time vai ter a volta do meia Diego, lesionado, e do atacante Henrique Dourado, que cumpriu suspensão. A presença do goleiro Diego Alves vai depender da recuperação de sua lesão muscular na coxa direita.