Apesar de ter passado por reforma de R$ 5,4 milhões, Bumbódromo apresenta rachadura nas paredes

Foto: Radar Amazônico

Para uma reforma que custou R$ 5,4 milhões aos cofres públicos do Amazonas, é visível que foram feitos serviços superficiais na estrutura do Bumbódromo de Parintins (a 369 km de Manaus). É preocupante ver rachaduras nas paredes do Bumdódromo, exatamente na junção entre um camarote e outro, além de cerâmicas quebradas no banheiro, problemas estruturais extamente nas áreas do Bumbódromo que teriam passado por reforma.

O extrato da reforma foi publicado no dia 9 de junho, ou seja, apenas 15 dias antes do festival, um prazo muito curto para que fosse feito realmente um trabalho bem feito.

A empresa contratada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana (Seinfra), que tem como secretário Henrique Reis Lima, é a RR Construções e Transporte LTDA, que já foi alvo de denúncias devido a supostas irregularidades na reforma do Hospital e Proto Socorro João Lúcio.

Apesar do pouco tempo para a conclusão da reforma da arena dos bumbás, conforme o documento, a reforma inclui pintura geral, revisão de todas as instalações elétricas, reforma do prédio anexo à arena, reforma dos camarotes, construção da cabine dos jurados e som.

A empresa

A empresa pertence aos sócios Ricardo Pereira Souza e Mardem Pantoja Souza e tem sede localizada no rua dos Japoneses, bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul de Manaus.