Apesar de você……… Um novo ano vai nascer!

Foto: depositphotos

Nos últimos dias, vira e mexe, me pego cantarolando: “apesar de você amanhã há de ser outro dia”. O motivo para isso estar acontecendo, de forma tão espontânea, foi fácil concluir. A música de Chico Buarque, lançada em 1978, no período em que o Brasil estava sob o domínio da Ditadura Militar, serve como uma luva para o atual momento político do país.

Vivemos tempos de escuridão, com várias esferas de poder dominadas por gente que se autodenomina de extrema direita conservadora, que prega amor à família, a pátria e a Deus acima de tudo. São os ditos conservadores, mas que têm vários casamentos, várias ex-mulheres, sem contar com as amantes e as ex-amantes, todo mundo mamando nas testas do poder público, fora os filhos, os cunhados, os sogros, os primos….

São patriotas sem dar exemplo de patriotismo, sem lutar pela vida de todos e pelo bem comum. A pátria pra eles, só é de alguns e não de todos. Eles falam em Deus a cada frase, mas sem qualquer amor ao próximo. Eles só têm amor ao próximo, se o próximo for parecido com eles, da mesma cor, da mesma raça, da mesma religião, com as mesmas convicções, tudo igualzinho, como se fossem feitos na linha de produção de uma fábrica, em sequência, repetidos, sem diferença e sem graça.

Tenho certeza que esse são os chamados “fariseus hipócritas” sobre os quais Jesus falava: “não façam o que eles fazem, pois não praticam o que pregam. Eles atam fardos pesados e os colocam sobre os ombros dos homens, mas eles mesmos não estão dispostos a levantar um só dedo para movê-los’.

Mas, para meu desgosto, essa gente careta e covarde está no poder no Brasil. Igualzinho diz na música, eles que mandam. “Hoje você é quem manda, falou, tá falado, não tem discussão. A minha gente hoje anda falando de lado e olhando pro chão, viu! Você que inventou esse estado. E inventou de inventar toda a escuridão, você que inventou o pecado, esqueceu-se de inventar o perdão”.

Porém, apesar dessa gente, daqui a pouco vai ser outro dia, vai ser um Ano Novo! E como diz a letra da música quero ver como eles vão sobreviver depois que meu povo se libertar. “Onde vai se esconder da enorme euforia. Como vai proibir quando o galo insistir em cantar, água nova brotando e a gente se amando sem parar”.

E, nada é mais perfeito para o momento que a poesia de Chico Buarque. Por isso vou deixar o poeta falar por mim:

‘Quando chegar o momento
Esse meu sofrimento
Vou cobrar com juros, juro
Todo esse amor reprimido
Esse grito contido
Este samba no escuro
Você que inventou a tristeza
Ora, tenha a fineza
De desinventar
Você vai pagar e é dobrado
Cada lágrima rolada
Nesse meu penar

Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Inda pago pra ver
O jardim florescer
Qual você não queria
Você vai se amargar
Vendo o dia raiar
Sem lhe pedir licença
E eu vou morrer de rir
Que esse dia há de vir
Antes do que você pensa

Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Você vai ter que ver
A manhã renascer
E esbanjar poesia
Como vai se explicar
Vendo o céu clarear
De repente, impunemente
Como vai abafar
Nosso coro a cantar
Na sua frente

Feliz 2022 meu povo!