Apesar do anúncio de 100% da frota disponível, população sofre com falta de ônibus em Manaus

A manhã desta terça-feira (8) foi marcada por mais um transtorno no fornecimento de transporte público à população. Diversos trabalhadores ficaram prejudicados com a pouca oferta de ônibus e o horário “tardio” da circulação dos coletivos.

Apesar do Instituto de Mobilidade Urbana (IMMU) ter informado, na noite dessa segunda-feira (7), que os ônibus retornariam às atividades normalmente com 100% da frota, isso não foi o visto e vivido pelos manauaras. Em nota veiculada nas redes sociais, o IMMU alertou que a pedido do prefeito David Almeida, a frota de ônibus circularia normalmente a partir das 6h da manhã.

O horário tardio, para a parcela da população que sai antes das seis horas para trabalhar, prejudicou muita gente que pega ônibus antes desse horário, com as pessoas que pegam no horário das 7 horas e ocasionou a superlotação das paradas. A população reclamou que os ônibus demoraram a chegar ao seu ponto de parada ou que nem passou no horário.

Paradas de ônibus nos mais variados pontos da capital ficaram lotadas. Na Avenida Cosme Ferreira, Zona Leste de Manaus, os ônibus somente começaram a chegar às 07 horas.

No Bairro Colônia Terra Nova, a situação também ficou caótica, o que repercutiu até mesmo nas redes sociais, que demonstrava foto de pessoas em uma parada pequena com muita gente aguardando a chegada do transporte coletivo.

Em outros bairros, esse clima de insegurança para pegar o transporte coletivo também foi sentido pela população, que precisou se socorrer com outros meios de transporte para chegar ao trabalho.


O Radar enviou demanda pro IMMU para saber quantas linhas estão em circulação em Manaus, quantos ônibus possuem atualmente na frota em circulação em Manaus e verificar porque os ônibus não estão saindo no horário regular (04 horas da manhã) e até quanto isto continuará acontecendo, mas até o fechamento da matéria não obtivemos resposta.