Após 13 dias da viagem a Barcelona, descobre-se que até o chefe da Casa Civil estava na comitiva de David Almeida  

Foto: Assessoria

Enquanto o prefeito de Manaus David Almeida (Avante) continua descumprindo a Lei da Transparência e ainda não divulgou os gastos dele e da comitiva que o acompanhou na viagem pela Europa, com destino final na cidade de Barelona, na Espanha, o Radar descobriu o nome de mais um servidor público que acompanhou o prefeito durante sua corrida em Barcelona na Espanha. De acordo com o Diário Oficial da Prefeitura de Manaus publicado nessa segunda-feira (16), o secretário municipal chefe da Casa Civil, William de Oliveira Dias foi afastado no período de 04 a 11 de maio para “tratar de assuntos de interesse do município na cidade de Barcelona”. (veja documento no final da matéria).

Isso significa que sairam dos cofres públicos oito diárias – só esse gasto atinge mais de dez mil reais -, mais passagens aéreas, hospedagem, alimentação e demais gastos para um servidor público que não tem relação direta com a justificacativa dada pelo prefeito para o tour pela Europa de “promover Manaus internacionalmente”, já que o chefe da Casa Civil não está ligado a área de comunicação, nem a de esportes e em sequer de turismo.

O documento deixa bem claro ainda, que o custo relacionado às passagens aéreas e diárias serão pagas com dinheiro público. O que causa mais estranheza, é que o afastamento do servidor  foi publicado no diário somente agora após 13 dias da viagem. Até o momento não se sabe ao certo quantas pessoas fizeram parte da comitiva que viajou para assistir o prefeito correr pela sruas de Barcelona

Além do chefe da Casa Civil, que agora está comprovado em Diário Oficial, também fez viagem de “interesse do município de Manaus” o secretário de Comunicação da prefeitura, Israelk Conte. Tornou-se de conhecimento público, apenas através de fotos e vídeos nas redes sociais, o fato do prefeito ter levado seu amigo pessoal Platiny Soares, mesmo este tendo sido exonerado há mais de 30 dias da subsecretaria de Esporte e Lazer (Semjel).

Notícia nacional

Após virar notícia nacional, David Almeida, sem mostrar nenhum documento, assumiu que foram gastos mais R$ 100 mil reais dos cofres da Prefeitura de Manaus para custear passagens e estadia da viagem. Porém, o prefeito deu a entender que esse ainda não seria o total de gastos de sua viagem e de sua comitiva à Europa. Ele disse que só fechará a conta e publicará os gastos, após fazer os cálculos convertidos para a moeda brasileira, já que  na Europa os gastos foram feitos em Euros.

 Devido a falta de transparência, o vereador Amom Mandel (Cidadania) ingressou com um requerimento na Câmara Municipal de Manaus solicitando informações sobre a viagem do prefeito e comitiva para a maratona de Barcelona, na Espanha. Mas até agora, o documento sequer teria sido redigido e enviado à prefeitura de Manaus.

Veja a Portaria de afastamento na íntegra