Após ataque de fúria em bar de Manaus, bombeiro é preso e levado para quartel

O bombeiro efetuou quase 10 disparos de arma de fogo e ainda agrediu o integrante de uma banda que se apresentava no local

Foto: Reprodução

O homem que aparece nas imagens divulgadas na noite desse sábado (09) atirando em um bar na avenida das Torres, é o cabo do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) Ronaldo Batany Marques. A informação foi confirmada pela direção do bar Caminho d’Ksa, onde a confusão aconteceu.

De acordo com informações do delegado Thiago Bernadi, titular do 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), o atirador foi preso logo após a confusão, e por se tratar de um bombeiro, foi levado para o quartel do Corpo Militar de Bombeiros do Amazonas, onde aguarda encaminhamento para a audiência de custódia.

Ronaldo vai responder pelo crime de disparo de arma de fogo (Lei nº 10.826/03). Apesar não ter atingido ninguém, o atirador colocou em risco a vida de cidadãos civis, o que contraria o estatuto da corporação (Lei nº 2538/99).

Nas imagens das câmeras de segurança, o atirador exige a entrega de um ‘cartão azul’. Ao Radar Amazônico, a direção do bar Caminho d’Ksa informou que esse cartão foi posteriormente encontrado com o próprio atirador, dentro de sua carteira. O gerente do estabelecimento, Alcides Júnior ainda, garantiu que por conta do ocorrido, a segurança será reforçada no local.

“O cartão estava com ele o tempo todo. Ele ainda chegou a atirar na parede que separa o atendente do caixa, do restante do bar, mas graças a Deus não tinha ninguém ali”, afirmou.

Questionada sobre quais medidas serão tomadas contra o cabo, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas informou que o caso foi encaminhado a corregedoria e que “não compactua e nem tão pouco aprova a conduta adotada por parte do militar”.

Confira novamente o vídeo que mostra ação violenta do bombeiro: