Após ataques de facção, Manaus amanhece sem transporte público; trabalhadores são prejudicados e esperam em paradas (ver vídeo)

A capital amazonense amanheceu parada, sem ônibus e com diversas instituições fechadas após ataques de facção criminosa.
Foto: Radar Amazônico

Após uma série de eventos criminosos que aterrorizaram a população manauara nesse domingo (6), a capital amanheceu “parada”, com a suspensão total da circulação de ônibus e com parte dos trabalhadores esperando algum transporte para chegarem ao seu local de trabalho nesta segunda-feira (7). Membros de uma facção criminosa realizaram uma série de ataques de incêndios em agências bancárias, ônibus da rede pública e privada e até em escolas.

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Louismar Bonates aponta que a ordem para realizar os atos de vandalismo partiu de dentro do presídio, motivada pela morte do traficante conhecido como “Dadinho”, ocorrida no último sábado (5) durante uma troca de tiros com os policias das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), na Rua Newton Vieiralves, Novo Aleixo, zona Norte de Manaus.

Tendo em vista a situação de perigo, diversos órgãos e estabelecimentos suspenderam as atividades, entre eles as empresas de ônibus que abastecem o transporte público e que foram os primeiros alvos de ataques. 

A suspensão da frota de transporte público das oito empresas que circulam nas quatro zonas de Manaus foi informada ainda na noite de ontem, através de uma nota do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), na qual eles informaram, através de redes sociais, que:

“por motivo de força maior, o Sinetram informa que a operação da frota do transporte coletivo estará suspensa na manhã desta segunda-feira (07)”.

Espera por ônibus

Mas mesmo assim, algumas pessoas, motivadas pela necessidade de irem aos seus postos de trabalho, ocuparam algumas paradas da capital, como na avenida Cosme Ferreira, zona Leste. Em uma parada de ônibus do bairro Coroado, o Radar flagrou dezenas de trabalhadores estavam em uma pequena aglomeração na esperança de conseguir algum meio de transporte para se locomover.

Trabalhadores se aglomeram à espera de transporte público
Foto: Radar Amazônico

Em contrapartida, locais maiores como terminais e estação de conexão T2 ficaram totalmente vazios.

Pontos de conexão de ônibus como o T2 estavam totalmente vazios nesta manhã
Foto: Radar Amazônico

Durante a madrugada de hoje, diversos outros ataques foram realizados em toda a cidade e a população aguarda o problema ser solucionado para poderem retomar as suas rotinas de trabalho e amenizarem o sentimento de medo e insegurança.

Paralisação de atividades

Diversas instituições como a rede pública municipal de ensino e o Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam) tiveram suas atividades presenciais suspensas.

A Assembleia Legislativa funcionará de forma remota até que seja possível voltar às atividades presenciais com segurança. A Câmara Municipal suspendeu as atividades parlamentares e administrativas neste início de semana.

Até o setor da saúde foi prejudicado. A vacinação de pessoas só será realizada a partir das 11h.

Veja a Live do Radar na íntegra: