Após ataques, Felipe Neto reforça segurança para ele e família

Notável crítico à agenda conservadora do cenário político brasileiro, o youtuber Felipe Neto decidiu reforçar a própria segurança e de sua família.

Em meio à enxurrada de críticas motivada por seu posicionamento político, Neto protagonizou uma contundente campanha da diversidade, em resposta à censura imposta por Crivella, ao distribuir 14 mil livros de temática LGBT na última Bienal, no Rio.

A repercussão do caso, entretanto, expõs ele e sua família ao ataque de haters nas redes sociais. Ele comentou a iniciativa. “Vivo hoje com extensa equipe de seguranças, tanto eu quanto minha família. Estou bem ciente de alguns vespeiros onde mexi e por isso vivo hoje com todas as precauções possíveis”.

Da internet para as salas de aula

A polarização que promove o embate de ideologias no Brasil vai além da internet. No Distrito Federal, uma escola particular causou polêmica após orientar os pais a proibirem os filhos de assistirem os vídeos de Felipe Neto.

De acordo com o bilhete, apesar de ser considerado um “fenômeno da internet”, o youtuber aborda temas polêmicos, que podem influenciar negativamente crianças e adolescentes.