Após aumento nos casos de Covid-19, Moto Honda anuncia redução na jornada de trabalho

O decreto da Moto Honda entra em vigor a partir da próxima segunda-feira (17)

moto honda jornada

Foto: Divulgação/Honda

A Moto Honda da Amazônia informou que vai reduzir a jornada de trabalho dos trabalhadores a um turno até o dia 28 de janeiro. A medida já começa a valer a partir desta segunda-feira (17).

Segundo a empresa, a decisão foi motivada pelo aumento dos casos de Covid-19 no Amazonas, principalmente após a chegada da variante Ômicron.

A redução temporária na jornada de trabalho será mantida entre 17 e 28 de janeiro. De acordo com a Honda, setores como a linha de produção, que não podem ser realizadas em home office, será mantido um contingente mínimo de colaboradores, para atender aos protocolos de saúde.

Vale ressaltar que, na primeira e segunda onda da Covid-19, a Moto Honda da Amazônia precisou se adequar com a realidade imposta pela pandemia. Entretanto, apesar da crise causada pela doença, produção de motocicletas cresceu 25,9% de janeiro a novembro.

O Radar Amazônico entrou em contato com a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) para saber se as demais empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) vão adotar o mesmo protocolo.

Em nota, o presidente da federação, Nelson Azevedo, informou que na próxima segunda-feira entrará em contato com as outras empresas para ter um posicionamento do setor a respeito da jornada de trabalho diante do aumento nos casos de Covid-19.

Conforme o boletim da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), foram registrados nas últimas 24 horas 2.782 novos casos de Covid-19, totalizando 444.042 casos da doença no estado.

O boletim também informou que foi confirmada uma morte pela doença após investigação.