Após descanso, Dilma vai rodar o país para apoiar candidatos do PT

Dilma 03 2 capa

Diferente da previsão, a ex-presidente Dilma Rousseff não pretende ficar reclusa após deixar o cargo. Após passar por um período de descanso de cerca de dez dias, a petista planeja viajar pelo Brasil para participar de algumas campanhas municipais.

De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, ela já recebeu convite de Raul Pont (PT), candidato a prefeito em Porto Alegre, e organiza viagens para Estados do Nordeste, como Pernambuco e Bahia, onde pesquisas de opinião apontam rejeição maior ao impeachment.

Os apoiadores de Dilma não gostaram da decisão do PT de encampar o “Diretas Já” poucos dias depois de ter recusado a proposta de plebiscito que a petista tratava como última esperança para reverter o afastamento.

A mudança é explicada por um integrante da legenda: a defesa de novas eleições não servia para salvá-la da cassação, mas é a melhor maneira de fustigar seu sucessor.

Grupos de esquerda vão adotar a nova bandeira no protesto de domingo (4) na Avenida Paulista, ao lado dos motes “Fora, Temer” e “Nenhum direito a menos”. O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) estará presente.

Além do novo plano, aliados de Dilma consideram importante o recurso da petista ao STF, não nutrem, porém, esperança de que o impedimento seja revertido. “O discurso está pronto: diremos que a corte legitimou o golpe”, diz um.

Fonte: Notícias ao Minuto