Após morte de motorista, rodoviários fazem manifestação em frente à sede do Governo

Na tarde desta sexta-feira (15), rodoviários do sistema público de transportes realizaram uma manifestação em frente à sede do Governo, na Avenida Brasil, Compensa, zona Oeste, para reivindicar mais segurança após a morte de motorista Antônio Bento da Silva Filho, 48 anos, vítima de um assalto na avenida Sete de Setembro, no Centro.

Os rodoviários estão reunidos com o secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, para tratar de medidas de segurança para o sistema de transporte público na capital.

Entenda o caso

Segundo testemunhas, Antônio Bento da Silva Filho, dirigia o ônibus da linha 515. Ele chegou ao trabalho por volta das 5h e às 5h40, quando passava pela avenida 7 de Setembro, dois homens entraram no veículo e anunciaram o assalto. Ele pegaram o aparelho celular do motorista e foram pegar o dinheiro que estava com a cobradora. Neste momento, o motorista percebeu que os homens não estavam armados e tentou travar luta corporal com um deles.

“Então ele entrou em luta corporal, mas não puxou o freio de mão. Na briga, o bandido empurrou ele pra fora do ônibus em movimento. Ele bateu a cabeça no meio fio e o ônibus prensou ele”, disse o diretor do Conselho Fiscal do Sindicato dos Rodoviários, Cesar Colares.

Antônio Filho chegou a ser encaminhado ao  Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, mas não resistiu.