Após morte de tenente, parlamentar cobra estrutura para Polícia Militar no Amazonas

Após a morte do tenente da Polícia Militar Jefferson Silva dos Santos, alvejado por tiros disparados por um suspeito de roubo no município de São Gabriel da Cachoeira (a 852 quilômetros de Manaus), na segunda-feira (20), a deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) ressaltou a falta de estrutura que os servidores da Segurança Pública enfrentam diariamente nos municípios do interior.

Em seu pronunciamento, nessa terça-feira (21), na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), a parlamentar disse que a morte do tenente poderia ter ocorrido em qualquer lugar, mas ressaltou a falta de estrutura que os servidores da Segurança Pública enfrentam diariamente nos municípios do interior.

“Temos que levar em consideração a situação, a falta de estrutura que os nossos policiais militares e civis têm no interior do Estado. Muitas vezes não tem pessoal suficiente, muitas vezes o policial militar tem que agir como policial civil e vice-versa. É exatamente essa dificuldade, onde pequenas delegacias funcionam como presídios para mais de 50 pessoas, que deixa os nossos policiais à mercê dos bandidos”, ressaltou a Alessandra Campêlo.

Ela lamentou o ocorrido e disse que enviará uma Moção de Pesar para os familiares e companheiros de farda do tenente por meio do Comando da Polícia Militar do Amazonas (PMAM).

Com informações da assessoria da parlamentar.