Após pedidos pra sair da Cúpula da Segurança Pública, Governo oficializa mudanças

Como adiantou o Radar, após o início de uma debandada na Polícia Militar  (PMAM) e na Polícia Civil, o Governo do Estado oficializou as alterações nos órgãos de Segurança Pública no Amazonas. (Veja nomeações e exonerações no fim da matéria)

O ‘troca-troca’ de comando no alto escalão da Segurança Pública está sendo realizado duas semanas depois do governador Amazonino Mendes(PDT) nomear o coronel da PM, Walter Cruz, como secretário extraordinário responsável pela implantação do projeto GuardiAM24, idealizado pela consultoria internacional da empresa Giuliani Security e Safery.

Ao ser empossado, Walter Cruz – que tem o poder de ditar diretrizes para as polícias como também para a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) –  prometeu premiação para delegados que combatessem a criminalidade e disse que quem não  cumprisse as metas do projeto seria substituído.

As exonerações iniciaram pela Polícia Civil. O delegado-geral Mariolino Brito, que chegou a redigir um pedido de exoneração do cargo, teria sido convencido pelo governador Amazonino Mendes a permanecer. Só que na noite do mesmo dia, terça-feira (04), foi anunciada sua substituição pelo delegado Frederico Mendes. O delegado geral adjunto passa a ser Ivo Martins, em substituição a Antônio Chicre Neto, conforme adiantou o Radar. – não adiantou, mais uma vez, o governo de Amazonino nunca informar nadica de nada pro Radar que a gente descobre do mesmo jeito.

Em seguida, foi a vez do então comandante-geral da PM, David Brandão, pedir para deixar o cargo. Com a exoneração do comandante-geral, a Polícia Militar passa a ser comandada pelo coronel José Cláudio Nonato da Silva. O subcomandante-geral passa a ser o coronel Ayrton Norte, que substitui Álvaro Cavalcante, e o novo chefe do Estado Maior é o coronel Carlos Lopes, que substitui o coronel Júlio Costa.

Indo das polícias para órgãos estratégicos: as mudanças já chegaram até na Secretaria de Segurança. A Secretaria Executiva Adjunta de Planejamento e Gestão Integrada passa a ser de responsabilidade do coronel Gilberto Gouvêa. Na mesma esteira, a delegada Iris Trevisan deixa a Corregedoria Geral do Sistema de Segurança Pública que passa a ser comandada pelo coronel PM Hidelberto de Barros Santos.

Parte das exonerações e nomeações já foram oficializadas no Diário Oficial do Estado (DOE) de segunda-feira (3) e as demais devem ser publicadas até o DOE de quinta-feira (6).

Nomeações e exonerações oficializadas