Após queda do Sport, Brocador cita salários atrasados: ‘Faz diferença’

O Sport Recife venceu o Santos por 2 a 1 nesse domingo (2), mas o resultado não evitou o rebaixamento do clube à Série B do Brasileirão. Após a confirmação da queda, os jogadores se justificaram e disseram que problemas internos como salários atrasados prejudicaram o desempenho do time ao longo da competição.

“Tinha jogador preocupado porque começou a faltar coisa dentro de casa. Isso faz a diferença, porque jogador com preocupação não consegue ficar 100% em campo. A gente sabia que tínhamos que correr por nós. Não falamos em valores, mas foram muitos (em atraso)”, disse o atacante Hernane Brocador, que não parou por aí.

“O Sport caiu pelo ano e não por hoje. O ano foi difícil. Infelizmente, um clube que troca de diretoria duas, três vezes no ano, a tendência é não ir bem. E foi o que aconteceu”.

Já Fillipe Bastos pegou mais leve e dividiu a culpa com a diretoria.

“Nós, jogadores, temos culpa, mas a diretoria também. Cada um tem a sua parcela. Temos que dividir as parcelas. É muito difícil no futebol brasileiro a gente ter os problemas que a gente está. Agora é recolher os cacos. O torcedor está ferido e temos que colocar a cara para bater. Somos culpados, mas não podemos levar a culpa sozinhos”, afirmou o jogador.

Fonte: Notícias ao Minuto