Após reclamações dos manauaras, atendimento da Amazonas Energia durante a forte chuva é alvo de investigação do Procon

Centenas de manauaras relataram que ficaram mais de 24 horas sem energia elétrica nas suas casas

procon energia

Foto: Jamerson Silva/Radar Amazônico

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM) informou que vai abrir um processo administrativo para apurar o tempo de resposta da concessionária Amazonas Energia sobre a queda de energia elétrica que aconteceu em diversos bairros de Manaus, durante uma forte chuva nessa segunda-feira (27).

Mais de 350 mil usuários de diversas zonas de Manaus ficaram sem energia durante o temporal. Bairros como Praça 14 de Janeiro, Japiim, Coroado 3, Colônia Terra Nova, Educandos, Aleixo, Compensa, Alvorada 2, São Jorge, Nossa Senhora das Graças, Cidade Nova, e Jorge Teixeira foram afetados com a falta de energia elétrica.

Internautas relataram ao Radar Amazônico que também faltou energia elétrica em toda BR-174 e até mesmo no município de Manacapuru, distante a 70 quilômetros de Manaus em linha reta.

Diálogo

Em nota, o Procon-AM orientou que a população tentasse contato com a Amazonas Energia antes de tomar qualquer providência.

“De qualquer forma, o Procon-AM orienta os consumidores a tentarem, primeiro, o contato com a empresa para que ela possa ser responsabilizada pelas perdas por conta da falta de energia. Caso não haja retorno ou ele seja considerado insatisfatório, o próximo passo é entrar em contato com o Procon-AM, por meio do [email protected], 0800 092 1512, 3215-4009 ou 3215-4012”, diz a nota.

Falha na resposta

Nessa terça-feira (28), os moradores da comunidade Nova Vitória, localizada no bairro Gilberto Mestrinho, zona Leste de Manaus, relataram à reportagem que ficaram sem energia por 24 horas. A energia chegou depois de muita reclamação da população para a concessionária, mais de um dia  depois.

O Radar Amazônico entrou em contato várias vezes com a Amazonas Energia cobrando um posicionamento a respeito da falta de energia elétrica nas residências de vários manauaras.

Em nota, a concessionária informou que, ao longo dessa terça-feira, vinha trabalhando para reestabelecer a distribuição de energia elétrica.

“Tiveram prioridade no atendimento nos Hospitais, SPA’s e Unidades de Saúde. Durante o dia, as demandas serão atendidas por ordem de maior tempo por falta de energia. Cerca de 12 mil clientes ainda estão com problemas de fornecimento de energia, porém colocamos nas ruas cerca de 500 equipes para restabelecer o sistema elétrico”, explicou a concessionária.

Porém, a demora para restabelecer o sistema elétrico causou revolta na população. Inclusive, o que causou prejuízo a vários comerciantes, com alimentos estragados no estoque.

O fato causou revolta em um homem ainda não identificado, que se apresentou como morador do bairro Novo Israel, zona Norte de Manaus. Ele foi flagrado jogando cortes de frango estragado na porta da empresa Amazonas Energia como protesto contra a falha no fornecimento de energia, que em alguns bairros já dura mais de 24 horas.