Após constantes protestos da população, MP enfim entra com ação requerendo a realização imediata de obras na AM-010

Foto: Reprodução

Após várias lives do Radar, assim como inúmeros vídeos e fotos de carros, ônibus e caminhões atolados nos lanceiros da Rodovia AM-010, que liga Manaus a Itacoatiara (a 176 quilômetros) o Ministério Público do Amazonas (MPAM) ajuizou Ação Civil Pública que tem como objetivo a realização imediata de obras de recuperação que garantam a trafegabilidade na rodovia.

A Ação, proposta pelo Promotor de Justiça Rômulo de Souza Barbosa, na segunda-feira (09/05), inclui pedido de tutela de urgência e busca, ainda, a adoção de medidas que comprovem a efetividade do projeto de recapeamento e ampliação da Estrada Estadual que até agora não teve nenhuma melhoria.

Vale lembrar que o governador Wilson Lima chegou a anunciar  a pavimentação da via por meio de um pacote de obras no valor de R $366 milhões, em agosto de 2021, até o momento nada foi feito e o asfalto cada vez pior, dando lugar à lama e aos buracos. Desde então, até os dias atuais, as promotorias de Justiça vêm recebendo inúmeras denúncias quanto às obras e má qualidade do serviço e investimento realizado, o que vem ocasionando  prejuízos e até mesmo acidentes na AM-010.

Segundo o Promotor de Justiça Rômulo Barbosa, a situação se agravou bastante nos últimos três meses. “Além do aumento de trechos de atoleiros, pontos em que a pista cedeu parcialmente, intervalos não pavimentados e da falta de pista lateral para acostamento, a incompleta sinalização na maior parte do trajeto prejudicam ainda mais a população que precisa chegar a Manaus para realizar, principalmente, atendimentos médicos”, esclareceu o titular da 1ª Promotoria de Justiça de Itacoatiara.

Manifestação

Em março deste ano, o Radar esteve na AM-010 e transmitiu uma manifestação promovida por caminhoneiros e taxistas em protesto pelas condições precárias da estrada.

Confira documento
ACP AM010