Após reunião com Moro, Arthur diz esperar colaboração nas demandas da região

Em Brasília, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, se reuniu, nessa quarta-feira (15), com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro para discutir projetos e ações para Manaus. Após o encontro, Arthur disse, por meio de suas redes sociais, que “espera do ministro muita colaboração nas demandas da nossa região”.

O prefeito também destacou o grupo que assessora o ministro, como o general Guilherme Cals Theophilo, que segundo ele, “conhece muito bem nossa Amazônia e entende nossas necessidades”, completou.

Também participaram do encontro a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, o procurador federal Leonardo Galeano, o superintendente da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Alfredo Menezes, além dos secretários do Ministério da Justiça, Luiz Pontel  e o general Theophilo.

No último dia 8, o prefeito de Manaus já havia estado com o ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Alberto Santos Cruz, para tratar sobre segurança pública. Na ocasião, Arthur Virgílio afirmou que o crime organizado no Amazonas precisa ser combatido.

A declaração de Arthur foi feita, por meio de rede social, após informação de que traficantes fizeram uma emboscada contra forças policiais do Estado, nas proximidades de Coari (a 363 quilômetros de Manaus), no rio Solimões.

O prefeito também relatou ao ministro casos de violência urbana sofridos por servidores e contra unidades administrativas e de saúde da Prefeitura. “Falei da insegurança em Manaus, no que tange aos assaltos a ônibus e unidades de saúde e invasões de terras lideradas pelo tráfico. Falamos, enfim, sobre as diversas situações vexatórias pelas quais temos passado”, ressaltou.

Com informações da assessoria do prefeito.