Após suspender repasse de verba, David Almeida diz que só vai definir a realização do Carnaval duas semanas após o Réveillon

As escolas de samba de Manaus já iniciaram os preparativos para o Carnaval 2022 e aguardam uma definição do prefeito

carnaval david almeida

Foto: João Paulo Castro

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), falou durante uma entrevista coletiva nessa terça-feira (14), em Brasília, que  vai decidir sobre a realização das festas de Carnaval somente duas semanas após o Réveillon. Segundo ele, a decisão será baseada com dados epidemiológicos da Covid-19 e síndromes gripais.

Com essa indefinição, as escolas de samba seguem sem um caminho de se devem ou não se preparar para o Carnaval de 2022.

“As ameaças relacionadas ao novo coronavírus e as síndromes gripais acenderam o alerta no nosso sistema da saúde e fizeram com que tomássemos essa decisão de cancelar o repasse. ”, afirmou o prefeito.

O Radar Amazônico noticiou que a Prefeitura de Manaus suspendeu por tempo indeterminado o edital que viabilizava o repasse de apoio financeiro no valor de R$ 2.229.541,60 (dois milhões duzentos e vinte e nove mil quinhentos e quarenta e um reais e sessenta centavos) para o desfile das Escolas de Samba de Manaus do Grupo Especial, “A” e “B”, para o Carnaval de 2022.

Apesar da suspensão, David Almeida afirma que o repasse às escolas “pode retornar caso tenha controle no aumento de casos de síndrome respiratória”. Porém, vale ressaltar que as agremiações já iniciaram os trabalhos visando a realização dos desfiles para 2022 e quem sente os prejuízos são as próprias escolas de samba.

As agremiações já escolheram enredo. Nos barracões, a construção de fantasias e carros alegóricos já começaram, além dos ensaios realizados nos fins de semana. O atraso no repasse de verbas pode comprometer os trabalhos das escolas de samba para o mês de fevereiro.

Pensando nisso, o Radar Amazônico entrou em contato com a Comissão Executiva das Escolas de Samba de Manaus (Ceesma), presidida por Didi Redman, para comentar sobre a declaração do prefeito David Almeida. Até a publicação desta matéria, a reportagem aguarda retorno do presidente da Ceesma.

Nos próximos dias, os representantes das escolas de samba como Mocidade Independente de Aparecida, Unidos do Alvorada e Reino Unido da Liberdade, devem se reunir com a Prefeitura de Manaus para falar a respeito do assunto e tentar de alguma forma definir ou não a questão.

A Mocidade Independente de Aparecida foi a campeã do Carnaval de 2020 – Foto: João Paulo Castro

Réveillon 2022

David Almeida suspendeu, recentemente, a realização do Réveillon 2022, que teria como atração nacional o cantor Luan Santana. Entretanto, ele decidiu manter a tradicional queima de fogos, que segundo ele, será realizado em pontos estratégicos de Manaus.

Ao todo, serão gastos R$ 1.272.350,00 (um milhão, duzentos e setenta e dois mil, trezentos e cinquenta reais) com fogos de artifício. Mesmo com o cancelamento das apresentações musicais, a queima de fogos também pode gerar aglomeração de pessoas para ver o show de pirotecnia, principalmente na praia da Ponta Negra, zona Oeste de Manaus.