Após tentar fugir de blitz, taxista é preso com veículo roubado

taxi

O taxista Luis Claudio Coelho dos Santos, 45, foi por receptação de veículo roubado. O homem foi detido por policiais militares da 19º Companhia Interativa Comunitária (Cicom), após tentar fugir de uma blitz, realizada pela manhã, na avenida Coronel Teixeira, bairro Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus.

Segundo as autoridades policiais que realizaram a prisão, no momento em que o veículo modelo Celta, cor branca, e placas NOR 8773, que era usado como táxi, se aproximou da blitz, foi pedido que o condutor apresentasse os documentos legais. Neste momento o condutor Luis Cláudio, tentou empreender fuga com o veículo, mas foi interceptado pelos policiais militares.

Ao realizarem os procedimentos de identificação do veículo e do suposto taxista, as autoridades descobriram que apesar de Luis Cláudio possuir a permissão para dirigir táxi, a placa que estava no veículo não era verdadeira e conforme a documentação, o carro era originalmente de cor preta.

Luis Cláudio foi encaminhado à DERFV, onde foi descoberto que o veículo tinha restrição de roubo da cidade de Boa Vista, capital de Roraima. Segundo os registros, o carro foi roubado no dia 31 de março de 2013.

Na Especializada, ele afirmou que o carro pertencia a um amigo, mas não informou a identidade da pessoa e nem como ele adquiriu o veículo.

delegado-taxistaLuis Cláudio foi autuado por crime de receptação (artigo 180 do Código Penal Brasileiro). De acordo com a Lei, por ser um delito afiançável, o Delegado Titular Jaime Ferreira (foto), arbitrou fiança no valor de dois salários mínimos, que Luis Cláudio pagou e em seguida foi liberado.