Aposentados com salário mínimo receberão valor reajustado dia 25

Os aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) com benefício igual ao salário mínimo receberão os valores reajustados a partir do dia 25 de janeiro.

O índice ainda não está finalizado, mas a última previsão do governo Michel Temer (MDB) foi de um aumento final de 5,45%, levando o piso dos salários e aposentadorias dos atuais R$ 954 para R$ 1.006.

Para quem recebe acima do salário mínimo, o depósito do benefício reajustado começará em 1º de fevereiro.

Se o último índice de inflação previsto pelo governo for o confirmado no início deste próximo ano, as aposentadorias, pensões por morte e auxílios acima do salário mínimo serão pagas com uma correção de 4,20%.

A data exata em que o valor cai na conta dos segurados depende do número final do cartão de benefício.

O índice final de reajuste do mínimo segue indefinido por duas razões. A primeira é que o presidente Michel Temer não publicou o decreto com os novos valores -ele ainda pode fazê-lo nesta segunda-feira.

Apesar de não ser obrigatório definir esse valor antes da virada do ano, tradicionalmente a publicação saía nos últimos dias. Em 2017, a assinatura foi em 29 de dezembro.

O outro motivo está ligado ao índice de inflação, que, por tratar do período acumulado de janeiro a dezembro de 2018, ainda não está fechado.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgará o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) no dia 11 de janeiro de 2019.

Depósitos são retomados na quarta Nesta semana, a partir de quarta-feira, 2 de janeiro, o INSS retoma os depósitos da última folha de pagamentos de 2018, referente ao mês de dezembro.

Depois da pausa para Ano-novo, os depósitos serão feitos a quem recebe o piso e tem cartão final 6, e para os benefícios maiores que o salário mínimo, de quem tem cartão final 1 e 6.

O dinheiro cairá na conta dos segurados até o dia 8 de janeiro, conforme o calendário oficial do instituto.

Esses valores ainda são pagos sem reajuste, pois ainda tratam da folha de aposentadorias e pensões referentes ao mês de dezembro deste ano.

Fonte: Folhapress.