Ari Moutinho diz que Manaus é exemplo de transparência

O prefeito Arthur Virgílio Neto convidou o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Ari Moutinho Junior e os demais conselheiros da Corte, para participar, no próximo dia 12 de setembro, de um evento na sede da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) para falar do que Manaus tem feito para manter o equilíbrio fiscal e as contas organizadas. O convite foi feito na manhã desta terça-feira (29), durante uma visita do prefeito ao TCE.

“Tenho certeza que haverá muito interesse para ouvir essa instituição (TCE-AM), que tanto tem colaborado com a nossa administração”, disse.

Manaus foi avaliada como a capital brasileira que mais cumpriu a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) em 2016, segundo a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). O conselheiro Ari Moutinho afirmou que Manaus deve ser considerada como exemplo a ser seguido pelos demais municípios do Amazonas no que se refere à questão da transparência.

“Fiquei muito contente com essa notícia, porque mostra a seriedade com que gerimos os recursos públicos”, disse o prefeito.

Arthur destacou que, desde 2013, a Prefeitura de Manaus deu início ao processo de modernização da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef), que tem possibilitado avanços na administração, como a redução de gastos e a ampliação da capacidade de investimentos, além do acesso mais preciso e transparente aos dados financeiros.

“Foram medidas como essas que nos possibilitaram manter o crescimento da cidade, mesmo diante da crise econômica. É essa saúde financeira que garante que não atrasemos os salários dos nossos servidores, com provisionamento antecipado do 13º salário, bem como a realização de obras e outras melhorias para população por meio dos próprios recursos do Município”, afirmou o prefeito.

Para o presidente da Corte de Contas, as boas práticas da capital amazonense e do Portal da Transparência Municipal devem ser seguidas pelos municípios do interior do Amazonas. “Nós, enquanto Tribunal, reconhecemos as melhorias obtidas nesse sentido e as prefeituras do interior devem, cada vez mais, buscar essa integração e a modernização proporcional ao tamanho de cada localidade”, destacou Ari Moutinho Júnior ao sugerir que a Prefeitura de Manaus abra suas portas aos demais prefeitos do Amazonas para que conheçam e vejam as possibilidades de implantarem em seus municípios o modelo de Data Center e demais sistemas utilizados pela Semef.