Arthur dá 24 horas para Sinetram e rodoviários chegarem a um acordo e encerrar greve (ver vídeo)

Diante do impasse entre o Sindicato das Empresas de Transporte de Manaus (Sinetram) e o Sindicato dos Trabalhadores de Transporte Rodoviário de Manaus (STTRM), o prefeito Arthur Virgílio Neto determinou após uma reunião nessa terça-feira (29), um prazo de 24 horas para que as categorias firmem acordo e ponham fim à paralisação no Sistema de Transporte Coletivo, sob pena de multa a ambas as entidades.

Ainda segundo Arthur Neto, os rodoviários deram a ele a garantia de que 70% da frota irá para as ruas nesta quarta-feira (30), o mínimo suficiente para que a população não tenha maiores prejuízos. O Sindicato dos Rodoviários não abre mão de um valor retroativo de R$13 milhões e pede um reajuste de 7,5%, com possibilidade de rever o valor percentual. Já os empresários, que durante a reunião deixaram a mesa de negociação, oferecem 6,5%.