Anúncio Advertisement

Arthur garante o pagamento do 13º dos rodoviários

FOTO: MÁRIO OLIVEIRA – SEMCOM

A paralisação do transporte coletivo foi suspensa na noite dessa sexta-feira (21) após o prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) e o desembargador presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-AM), Lairto Veloso, mediarem as negociações entre o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), e os representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus (STTR).

O prefeito explicou que por sugestão do TRT-AM, a prefeitura irá realizar um adiantamento para que o Sinetram possa cumprir as obrigações salariais com os rodoviários.

“Eu elogio o gesto do desembargador Lairto de ter vindo à prefeitura atuar também como mediador, para resolvermos a questão. A prefeitura acata a sugestão do TRT e junto ao Sinetram resolve o impasse com os rodoviários. Amanhã o sistema opera com normalidade para não prejudicar gravemente o comércio do natal”, disse o prefeito.

O prefeito afirmou entender a reivindicação dos trabalhadores do transporte público, mas condenou a paralisação que prejudicou milhares de pessoas na cidade de Manaus.

O TRT-AM teve importante participação na mediação, uma vez que trouxe a proposta aceita pelos rodoviários que resultou no fim da paralisação.

“Conseguimos resolver o problema porque é inaceitável diante desse quadro caótico que o tribunal não trouxesse uma solução, para juntamente com o prefeito Arthur Neto, encontrássemos uma saída para o impasse. Minha presença aqui foi unicamente para ajudar a mediar a situação”, observou o desembargador.