Arthur inspeciona obras do Conjunto Manauara 2 na zona Norte

O prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB) inspecionou, nessa segunda-feira (17), as obras das etapas A e B do Residencial Cidadão Manauara 2, no bairro Santa Etelvina, zona Norte. Ao todo, serão 1 mil unidades habitacionais, direcionadas às famílias de baixa renda, pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal.

“São dez meses de trabalho e as unidades já estão estruturadas, com caixa d’água pronta e um apartamento decorado para dar ideia de como vão ficar os outros. São 500 unidades na etapa A e outras 500 na etapa B do Cidadão Manauara 2, mas nosso programa habitacional se aproxima de 5 mil unidades. É um programa habitacional consistente que só faz avançar, dentro do que a gente pode fazer para oferecer casas populares para a nossa gente mais carente da cidade”, disse Arthur Neto.

Ao lado dos engenheiros responsáveis pela obra, o prefeito conheceu a estrutura dos apartamentos construídos em uma área de 52 mil metros quadrados, cada um com 42 metros quadrados, com sala, quarto, cozinha e banheiro social. A obra tem investimento de R$ 41 milhões do governo federal e contrapartida de R$ 5,5 milhões da Prefeitura de Manaus, pelo valor do terreno.

Em paralelo ao investimento em habitação, duas escolas e uma Unidade Básica de Saúde (UBS) estão previstas para serem construídas na área da etapa B do residencial Manauara 2, atendendo moradores de conjuntos vizinhos também.

Drenagem

Já no bairro Jorge Teixeira, na comunidade João Paulo, zona Leste, o prefeito Arthur Neto visitou as obras de drenagem profunda que vão conter a erosão na parte mais baixa da rua Carapanaúba. A obra faz parte das ações emergenciais do Plano de Inverno.

“Há uma preocupação fundamental em darmos trafegabilidade, ou seja, darmos trânsito para as pessoas que querem ir e vir. Daqui a pouco, vai passar carro por aqui e daremos conforto para as pessoas que estão usando a pé esse trecho íngreme”, reforçou o prefeito.

Após o trabalho de drenagem profunda, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) vai iniciar os trabalhos de terraplanagem e, posteriormente, o de asfaltamento.