Arthur Neto elogia ação do ministro do STF em determinar abertura da ‘CPI da Pandemia’

Foto: Reprodução Facebook

O ex-senador e ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto, em texto publicado nas redes sociais, lamentou as mortes por Covid-19 no Brasil que ultrapassaram a triste marca de quatro mil por dia.Arthur criticou o negacionismo do presidente Jair Bolsonaro, em relação à pandemia e elogiou  a determinação do ministro do Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Barroso, para que o  Senado abra a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da pandemia para investigar irresponsabilidade do Governo Federal em relação ao enfrentamento da pandemia. (veja publicação no final da matéria).

Fazendo uma analogia com a palavra “gripezinha” usada por Bolsonaro para classificar a Covid-19, comentou Arthur Neto: “Já passava da hora de uma CPI da pandemia. Bolsonaro deve estar tranquilo, é só um crisezinha”, disse Arthur Neto,

Em sua publicação o ex-prefeito ainda se reporta a frieza com que Bolsonaro lidou com a mortes em todo o país. “O negacionismo do presidente custou a vida de muitos brasileiros e brasileiras. Ele nunca se importou, nunca derramou uma lágrima. Agora, com a CPI a sua porta, pode ser que o cenário mude”, disse Arthur.

Por fim, Arthur Neto elogiou a ação Ministro do STF, Luís Barroso, em determinar para que o Senado abra a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da pandemia e destacou a importância da “defesa da Democracia e do povo brasileiro”.