Artur Neto: promessa do meu adversário é uma afronta à inteligência do povo manauara

centro-manaus

O prefeito Arthur Neto ficou irritado com a notícia de que os camelôs podem voltar para as ruas do Centro de Manaus em forma de “quiosques organizados” para não ficarem “confinados nas galerias”. Ele classificou a promessa de campanha de seu adversário uma afronta à inteligência do povo manauara e uma agressão à cidade e seu patrimônio urbanístico e arquitetônico.

Investimentos

Arthur Neto lembrou que já foram investidos mais de R$ 100 milhões no projeto de remoção dos vendedores ambulantes das ruas do Centro. Foram promovidos cursos de empreendedorismo e construídos prédios, como o Shopping Popular do T4, grande indutor do comércio nas Zonas Norte e Leste.

Irresponsável

De acordo com Arthur Neto, a proposta que defende a volta dos camelôs às ruas do Centro “não interessa aos ambulantes, não interessa à cidade, não interessa a ninguém”. “Essa é a típica promessa de campanha de gente sem compromisso com o povo. É uma irresponsabilidade que chega a me revoltar. Não quero para Manaus o que esta acontecendo no Governo do Estado”, disparou.

Evangélicos

Ao que tudo indica, a comunidade evangélica realmente não fechou com o deputado federal e pastor Silas Câmara para o segundo turno das eleições municipais. É que mais de 210 igrejas de diferentes congregações já declararam apoio à candidatura de Arthur Neto para sua reeleição.

Texto e fotos: Assessoria do candidato

agenda-terca-11-10