Às vésperas do Natal, David Almeida sanciona lei que cria o Dia do Obreiro

O projeto é de autoria do vereador e pastor da Igreja Universal, Márcio Tavares (Republicanos)

obreiro david almeida

Foto: Divulgação

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), sancionou às vésperas do Natal a lei que viabiliza a criação do Dia do Obreiro, aprovado por unanimidade na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Com isso, a data fará parte do calendário oficial do município e será comemorada anualmente no 1º domingo de julho. O novo decreto foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) dessa quinta-feira (23) — ver no final da matéria.

Vale ressaltar que o Projeto de Lei (PL) de n.º 210/2021, que cria o Dia do Obreiro, foi noticiada pelo Radar Amazônico em novembro deste ano e a propositura é de autoria do vereador Márcio Tavares (Republicanos), pastor da Igreja Universal.

Na justificativa, o parlamentar disse que obreiro é um “perseverante trabalhador, que tem o mais alto grau de comprometimento com o Reino de Deus e com as pessoas”.

Esta não é a primeira vez que o vereador Márcio Tavares usa seu mandato para beneficiar a Igreja Universal.

Conforme as informações do Serviço de Apoio Legislativo da Câmara Municipal de Manaus (SAPL), o parlamentar apresentou um Requerimento (solicitação à Prefeitura de Manaus) para instalação de luminárias de led e a reforma de uma quadra esportiva localizada na frente de um templo da Universal.

Márcio Tavares também é autor de moções de aplausos para os grupos de apoio da igreja.

Confira o documento na íntegra