Asprom anuncia greve dos professores estaduais em reposta à determinação de retorno as aulas presenciais

 

Reprodução vídeo divulgação

O Sindicato dos Professpres e Pedagogos de Manaus, anunciou na noite dessa quarta-feria (05), que a categoria, reunida em Assembleia Geral Extraordinária, decidiu, por unanimidade, deflagrar greve geral por tempo indeterminado contra o retorno das aulas presenciais na rede pública estadual de ensino, nas escolas de Ensino Médio.

Os professores dizem que a greve será a resposta dada à determinação do Governador Wilson Lima de retorno às salas de aula,o que deveria acontecer na segunda-feira, dia 10 de agosto.

A greve atingirá somente os professores e pedagogos que atuam nas escolas de Ensino Médio onde o governador determinou o retorno das aulas presenciais e não será deflagrada nas escolas de Ensino Fundamental que continuam realizando o trabalho remoto, realizado em casa.

O Governo será comunicado nesta quinta-feira (06) sobre a decisão da deflagração da greve e, com a comunicação, começa a contagem de 72 horas para se fazer a instalação da greve.

A Assembleia Geral Extraordinária de Instalação da Greve será realizada na segunda-feira (10), às 15:30, em local a ser definido.