Asprom denuncia Estado do Amazonas por risco de contaminação pela Covid -19 ao MPAM (ver vídeo)

Foto: Asprom Sindical

O Sindicato dos Professores e Pedagogos das Escolas Públicas de Manaus (Asprom Sindical) protocolizou nesta sexta-feira (9), no Ministério Público do Amazonas (MPAM), uma denúncia contra o governo do Estado e contra a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), pela exposição das vidas de professores e alunos ao risco de contaminação pela Covid -19. A Comissão do Asprom Sindical foi recebida pelo Subprocurador-Geral de Justiça, Fábio Monteiro.

“Ele se mostrou escandalizado com a nossa denúncia, com as imagens que nós mostramos à ele que capturamos nesses 60 dias de greve, e mostramos para ele a realidade das escolas.  A nossa denúncia foi sustentada com esse acervo de provas continuar mostrado através de fotos e vídeos, e o Subprocurador Fábio Monteiro, concordou que é extremamente grave  e vai buscar sensibilizar o Ministério Público enquanto instituição a fazer uma gestão junto ao Governo do Estado para uma audiência juntamente com Asprom, para conseguir ver um saída a esse impasse problema que a cidade está passando neste momento,” afirma o coordenador de comunicação do sindicato (Asprom), professor Lambert Melo.

De acordo com o professor, a reunião que aconteceu foi bem sucedida, além de terem feito a denúncia, percebeu-se um grande interesse e sensibilização por parte do promotor. A partir de agora ficarão no aguardo da posição do MPAM,  sobre a possível reunião com o governador Wilson Lima.

Ver vídeo.