Asprom faz protesto em frente a Seduc após denúncias de desconto no salário de professores que aderiram à greve (ver vídeo)

Foto: Radar Amazônico

Após denúncias de descontos salariais de profissionais da Educação da rede estadual de Ensino que aderiram à greve deflagrada pelo Sindicato dos Professores e Pedagogos das Escolas Públicas de Manaus (Asprom Sindical), a categoria realizou na manhã desta segunda-feira (24), uma manifestação em frente a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), localizada no Japiim, zona Sul, para buscar esclarecimentos sobre o desconto salarial e se manifestar contra o retorno das atividades escolares presenciais.

“Nós estamos protegidos pela lei da greve, mas esse secretário de educação, junto com o governador, Wilson Lima, fizeram descontos nos salários dos professores que aderiram a greve e isso é um desrespeito, um absurdo e não vamos aceitar. Por isso viemos a sede da Seduc. Se o secretário confirmar que esse desconto foi por causa da greve nós entraremos na Justiça”, disse o coordenador de comunicação da Asprom, Lambert Mello.

Profissionais infectados pela Covid-19

A Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) realizou 534 testes rápidos para Covid-19 nos profissionais de educação da rede estadual entre os dias 18 a 20 de agosto, desse total, 162 testaram positivo para Covid-19.

Os profissionais contaminados já foram afastados e estão em isolamento e mesmo diante das evidências do risco de contaminação, o governo do Estado não recuou e as aulas continuam de forma presencial.

“Se você for em uma escola de Ensino médio, você vai encontrar hoje professores e alunos se contaminando pelo vírus e correndo risco de morrer com essa doença maldita. Nós não vamos compactuar com isso e a greve só vai acabar quando suspenderem as aulas totalmente”, afirmou Lambert.

O Radar entrou em contato via e-mail com a Seduc, para pedir esclarecimentos sobre a denúncia de descontos salariais, mas até a publicação desta matéria, não obteve resposta.

Confira a cobertura da manifestação 

Profissionais da educação fazem manifestação na SEDUC contra o retorno das aulas presenciais

Profissionais da educação fazem manifestação na SEDUC contra o retorno das aulas presenciais

Posted by Radar Amazônico on Monday, August 24, 2020