Assembleia aprova emenda coletiva e destina R$ 21 milhões para vítimas do incêndio no Educandos

Os deputados estaduais aprovaram, nessa sexta-feira (21), uma emenda coletiva ao Orçamento do Estado, prevendo a reserva, no Fundo de Assistência Social do Estado, do valor de R$ 21 milhões para socorrer às família vítimas do incêndio de Educandos. A ideia é que o governo Wilson Lima (PSC), que assume em janeiro, execute a emenda e preste assistência às famílias vitimadas.

A ideia é indenizar cada família desabrigada com R$ 35 mil para que seja possível adquirir outro imóvel. Mais cedo o senador Eduardo Braga (MDB) havia sugerido ação semelhante. A ideia foi apresentada em plenário pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), David Almeida (PSB), e teve a assinatura de 22 dos 24 deputados presentes à última sessão do ano no Poder Legislativo.

Originalmente, David Almeida havia sugerido que a emenda fosse de R$ 18 milhões, valor que havia sido sugerido mais cedo pelo senador Eduardo Braga. Mas o deputado Wanderley Dallas (SD) sugeriu um acréscimo, com base em informações de mercado sobre o valor de imóveis nos arredores de onde ocorreu o incêndio.

Com informações da assessoria do deputado Wanderley Dallas.