Atiradores perseguem e executam detento em trilha no Nova República (Ver vídeo)

Foto: Jhonata Lobato

Um detendo do regime semi-aberto foi assassinado a tiros no final da tarde desta quinta-feira (20). Por volta das 17h30 o homem foi perseguido por suspeitos em um carro que atiraram diversas vezes nele, na entrada de uma trilha na esquina das ruas H e Armino da Fonseca, comunidade Nova República, bairro Japiim, zona sul de Manaus.

A equipe da polícia militar da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi acionada pelos moradores assim que o crime aconteceu.

“Nos foi repassado que ocupantes de um carro modelo Gol de cor preta, perseguiram o rapaz e atiraram diversas vezes. Foi uma ação muito rápida, pois uma hora e meia atrás realizamos patrulhamento aqui e não havia nenhuma movimentação suspeita”, disse o tenente Lucena.

Os peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) constataram que o jovem foi atingido com sete tiros de pistola na cabeça e costas. Nas costas também havia marcas de golpes de arma branca.

O delegado Guilherme Antoniazzi, plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) acompanhou o trabalho das equipes no local e apurou mais informações para ajudar nas investigações.”

Acreditamos que ele tenha sido torturado com uma faca e depois executado com os tiros. Apesar de não ter nenhuma documentação com ele, a tornozeleira vai nos ajudar a saber a identidade, qual crime ele cometeu, para assim traçarmos um perfil que contribui para identificarmos os suspeitos e a motivação do homicídio”, explicou o plantonista.

O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML).