Atividades culturais marcam final da programação do ‘Amazonas em Movimento’

Com uma extensa programação cultural, a primeira edição do programa ‘Amazonas em Movimento’ encerrou nesse domingo (25) em grande estilo na capital. Além das atividades recreativas, estavam na programação especial espetáculos de dança, teatro, atrações musicais oficina de skate, apresentação da Orquestra de Violões do Amazonas entre outros. O evento cultural é promovido pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC) com a integração das secretarias do estado.

No domingo, passaram pelo palco a Banda Gramophone, Pororoca Atômica, Cezar Pinheiro e banda, DJ Gatão e a Orquestra de Violões do Amazonas (Ovam), que fechou a noite apresentando um repertório que mesclou músicas regionais e nacionais em um concerto com a participação da soprano Amanda Aparício.

“Ainda não tínhamos nos apresentado no Jorge Teixeira, então ficamos muito felizes de poder mostrar nosso trabalho para a comunidade no local. Apresentamos toadas, samba, baião. Trouxemos para o repertório compositores como Chico da Silva, Ernesto Nazaré, mas também Djavan, Tom Jobim, Cartola, algo bem misturado para poder animar o público”, explicou o maestro Davi Nunens, que regeu o conjunto.

A dona de casa Aline de Almeida Melo, 34, viu a Ovam pela primeira vez e apreciou o show até o fim na companhia do filho de quatro anos. “Nunca vi um evento como esse por aqui e gostei muito de ter conhecido a Orquestra de Violões. Espero poder ir a outras apresentações do grupo”, contou.

O motorista Robson Júnior, 28, filmou toda a apresentação da Ovam pelo celular e disse que vai mostrar o grupo aos familiares e amigos. “Gostei muito das músicas, principalmente das toadas. Ainda não tinha visto o trabalho da orquestra, decidi filmar para guardar de recordação e mostrar para a família”, disse.

Um dos destaques do dia foi a montagem de uma pista de skate, onde crianças e adolescentes podiam ver manobras e também tentar aprendê-las com a ajuda de algum instrutor. Responsável pelo projeto intitulado “Skate Itinerante”, o skatista Marcelo Fernandes, o “Cabeça”, disse que a iniciativa deu certo e muitos jovens se interessaram em conhecer um pouco mais sobre o esporte.

“A ideia é fazer com que esta iniciativa do skate chegue a todas as zonas da capital. É muito satisfatório ver o quanto o público se interessa pelo esporte e esperamos sempre que, focando na prática esportiva, o adolescente ou a criança fique cada vez mais distante da violência”, afirmou Marcelo, que contou também com a ajuda do filho, Nicolas Amazonas, que estava comemorando o aniversário de 13 anos realizando algumas manobras para o público.

Além da pista, o palhaço “Dorminhoco” também divertiu a criançada no fim de tarde com piadas e brincadeiras em grupo. Os pequenos também puderam conhecer novas histórias com a Biblioteca Volante, que faz parte do projeto “Mania de Ler” da SEC. “De manhã até a noite, durante os dois dias, a Biblioteca Volante recebeu visitas de crianças e adultos interessados pela leitura. Mais de 400 pessoas passaram pelo nosso estande”, disse o colaborador Elson da Costa Sales.

Acompanhado da esposa e de dois filhos, de 7 e 12 anos, Alex Costa, 33, elogiou as opções de recreação disponíveis nos eventos para as crianças. “Os meus filhos participaram de quase todas as atividades, brincaram de skate, bola, foram conhecer a biblioteca, viram a apresentação do palhaço, então foi muito bom para nós ter vindo e conhecido o evento”, destacou Alex.

Oficinas

A SEC também ofereceu ao público do “Amazonas em Movimento” inscrições gratuitas para oficinas de arte e cultura, que serão oferecidas nos Centros de Educação de Tempo Integral (Cetis) de diferentes zonas de Manaus, por meio do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro.

Nesse fim de semana, mais de 150 pessoas se inscreveram para os cursos de Dança de Salão, Hip Hop, Percussão e Canto Coral, com aulas previstas a partir do dia 5 de março. Ao todo, 2.240 vagas serão oferecidas para as quatro oficinas.