Atleta amazonense se prepara para Mundial de Jiu-jitsu nos EUA

Após voltar da Europa com uma medalha de bronze e outra de prata, o faixa marrom de Jiu-Jitsu, Thiago Silva, 20, se prepara para o Mundial da modalidade, que será realizado no dia 30 de maio, em Long Beach, na Califórnia.

Com treinos intensos e uma rotina corrida, onde se divide entre a arte suave e a faculdade de engenharia, o lutador, que participou pela primeira vez de um campeonato mundial em 2015, quer chegar até a Califórnia, pronto para buscar o título. Thiago, apesar da pouca idade, já acumula várias conquistas importantes, foi tricampeão brasileiro, campeão sul-americano e bronze no Pan-Americano.

Nos dias 24 e 25 de março, Thiago participou, respectivamente, do Rome Open Internacional, onde conquistou o segundo lugar, e do European Jiu-Jitsu Championship. No Gi 2018, que conquistou o bronze.

“No Rome Open, eu me surpreendi comigo mesmo. Fiz quatro lutas muito puxadas, os atletas são de excelência, mas eu consegui vencer o favorito da categoria, um norueguês. No domingo, não foi diferente, fiz mais três lutas. Ganhei do Russo, Thomas Briget, mas acabei perdendo na semifinal e trouxe o bronze para casa”, comentou.

Insistente e esforçado, Thiago acabou de receber a autorização do seu visto e já está ansioso para lutar no Mundial. Para alcançar o objetivo de ser campeão, ele faz treinos de análise, sempre de superação, e garante que chegará em primeiro lugar.

“Além de treinos normais, eu tenho analisado as minhas competições e foco em consertar meus erros. Preciso acertar onde estou errando. Estou muito focado e, desta vez, o lugar é mais quente, me sentirei mais em casa. Estou fazendo de tudo para chegar no mais alto ponto do pódio e trazer mais um ouro pela arte suave ao Brasil”, disse ele.