Atletas amazonenses disputam Brasileiro de Luta Olímpica neste sábado (17), no Rio de Janeiro

Sete atletas e dois técnicos do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA) participarão, neste sábado (17/2), d o Campeonato Brasileiro de Luta Olímpica 2018, no Jequiá Iate Clube, localizado no Rio de Janeiro, irá receber o Campeonato Brasileiro de Luta Olímpica 2018. A expectativa dos envolvidos é colocar pelo menos cinco atletas na seleção da modalidade e trazer o maior número possível de medalhas para o estado.

O presidente da Federação Amazonense de Luta-Livre Esportiva e Luta Olímpica (Falle), Waldeci Souza, informou que a maioria dos atletas que foram selecionados para disputar o Campeonato Brasileiro de Luta Olímpica em 2018 tem passagens pela seleção brasileira, uma vez que sagraram-se campeões nesta competição em edições anteriores. De acordo com ele, os treinamentos são realizados todos os dias, às 7h, com treino de preparação física e musculação, seguido de treino de tapete, no horário de 10 às 12h.

“A seletiva foi realizada pela Federação de modo interno. Observamos os atletas que compareciam e se destacavam nos treinamentos, de modo que pudemos selecionar aqueles que tiveram um melhor desempenho ao longo dos treinos. Geralmente os que possuem os melhores resultados já tem passagens pela seleção brasileira e isso facilita, inclusive, a escolha dos representantes do estado na competição. Lembrando que, com o título nacional, o atleta garante uma vaga para participar de competições pan-americanas também”, destacou Waldeci Souza.

Dentre os atletas que irão viajar para competir, sete deles fazem parte do CTARA. São eles: Daniel Alves (57kg), David Moreira (65kg), Wilson Miranda (70kg), Matheus Frota (74kg), Lucas Machado (79kg), Diane Martins (50kg) e Andria Pimentel (57kg). Além deles, também irão compor a delegação amazonense o presidente da Falle e técnico da modalidade no Centro de Treinamento, Waldeci Silva, e o técnico da Falle, David Uchoa.

Treinando luta olímpica há cinco anos, Daniel Alves, 19, que conquistou o terceiro lugar no Pan-Americano Juniores na cidade de Lima, no Peru, já disputou também seis campeonatos brasileiros e está em sua sétima competição nacional. Apesar de lutar na categoria Júnior (18 a 20 anos), já é a terceira vez que vai competir na categoria Adulto, sendo que nas duas primeiras vezes alcançou o segundo lugar no pódio. “Eu estou bastante determinado. Nosso técnico, David Uchoa, tem feito um excelente trabalho e a equipe está focada. Se Deus quiser, sairemos vitoriosos e com conquistas tanto nas disputas individuais quanto nas coletivas”, disse.

David Moreira, 21, que é o atual vice-campeão do Pan-Americano Adulto 2017, também está em busca de uma vaga na seleção brasileira de luta olímpica e tem treinado bastante para atingir seu objetivo. “Minhas expectativas são as melhores possíveis. Temos treinado muito para alcançarmos os melhores resultados e tenho certeza que vamos conseguir orgulhar nossa equipe, nossos mestres e todos os que estão torcendo por nós. Agora é a hora de colocar em prática nossos ensinamentos e representar, da melhor maneira, o nosso estado”, finalizou.

Fonte: Asessoria de imprensa da Sejel

FOTOS: Alessadra Reis/ Mauro Neto