Atlético-MG empata com América-MG e vê Santos se aproximar

O Atlético-MG não saiu de um empate sem gols com o América-MG no estádio Independência, na noite desse domingo (14), pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, e perdeu uma boa chance de se consolidar no G-6.

Com o resultado, o alvinegro permanece na sexta colocação, com 46 pontos, quatro a mais que o Santos, sétimo colocado. O América, por sua vez, chega a 33 pontos e passa o Vitória, na 15ª colocação. O time de Adilson Batista está a dois da zona de rebaixamento.

Carlinhos foi o principal nome do América-MG. Com liberdade para chegar ao setor ofensivo, o lateral esquerdo levou perigo à meta de Victor em algumas oportunidades e até exigiu boas defesas do goleiro do Atlético. O atleta foi quem mais apareceu em campo no quesito criação de jogadas. Em uma delas, Ruy perdeu um gol incrível.

Victor foi o grande nome do Atlético-MG na partida deste fim de semana. O goleiro fez uma defesa difícil em finalização de Ruy e ainda impediu outras chances do rival marcar no confronto.

Escalado como maestro do time de Thiago Larghi, Juan Cazares não foi bem no confronto desse domingo (14). O equatoriano errou lances de forma displicente mais uma vez e falhou ao construir jogadas no setor ofensivo.

O Atlético-MG abusou dos cruzamentos. Com dois pontas abertos e laterais que avançam com frequência, o time tentou chegar ao gol de João Ricardo por meio de cruzamentos. A equipe tentou 22 em todo o confronto, enquanto o América buscou apenas oito.

O Atlético-MG não teve um bom início. Com dificuldades para criar jogadas, o time só finalizou a gol pela primeira vez aos 29min da etapa inicial, quando Tomás Andrade bateu de fora da área e levou susto ao goleiro João Ricardo.

A partir daí, o time mineiro passou a criar com mais frequência, mas vacilou no último ato. Luan desperdiçou a melhor chance após vacilo da defesa do América. O atacante tentou driblar João Ricardo, mas demorou a finalizar e conseguiu apenas um escanteio.

O Atlético-MG fez uma ação alusiva ao Outubro Rosa, mês de combate ao câncer de mama e conscientização das mulheres para exames preventivos. Em sua única partida como mandante no local neste mês, o clube promoveu a entrada de mulheres de instituições ligadas ao tema, entre pacientes e voluntárias, no campo do gramado. Elas acompanharam os jogadores do time de Belo Horizonte até o centro do gramado e, no fim, entregaram rosas ao técnico Thiago Larghi.

Estádio: Independência, em Belo Horizonte

Juiz: Flavio Rodrigues de Souza (SP)Cartão amarelo: Leonardo Silva (ATL)

ATLÉTICO-MG

Victor; Patric, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson, Elias, Luan, Juan Cazares e Tomás Andrade; Ricardo Oliveira. T.: Thiago Larghi.

AMÉRICA-MG

João Ricardo; Aderlan, Matheus Ferraz, Messias e Carlinhos; Zé Ricardo, Juninho, Matheusinho (Robinho) e Ruy; Gerson Magrão (Giovanni) e Luan. T.: Adilson Batista.

Fonte: Folhapress.