Audiência avalia políticas públicas que buscam igualdade racial

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados realiza nesta quarta-feira (21) uma audiência pública para avaliar as políticas públicas adotadas pelo Brasil em favor da comunidade negra. No dia anterior é comemorado o Dia Nacional da Consciência Negra. “Esse dia é um marco simbólico da resistência negra à opressão vivida durante mais de 350 anos de escravidão”, afirma a deputada Raquel Muniz (PSD-MG), que pediu a realização do debate.

A parlamentar lembra que, após o fim da escravidão, a comunidade negra brasileira continuou a sofrer com a ausência de medidas compensatórias. “Ao contrário, as políticas públicas realizadas após 1888 e ao menos até os anos 1920 foram de contínua criminalização e repressão à cultura negra no Brasil.”

Raquel Muniz ressalta que as ações afirmativas são fenômeno recente em nossa história e datam da década de 1990. “Embora já sejam perceptíveis diversos efeitos positivos dessas políticas para a comunidade negra e para a sociedade brasileira, ainda há muito a ser feito.”

Debatedores
Foram convidados para discutir o assunto com os parlamentares, entre outros, a representante da Articulação Nacional de Negras Jovens Feministas Adriana Santos Silva e o secretário de Cultura e Turismo de Paracatu (MG), Isac Costa Arruda.

Fonte: Agência Câmara.