Audiência Pública discute suspensão do BPC para portadores de hanseníase

Uma Audiência Pública será realizada, nesta terça-feira (24), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) com o objetivo de discutir a suspensão do Benefício de Prestação Continuada (BPC) para os portadores de hanseníase. A Audiência Pública terá início às 11h, no plenário Ruy Araújo.

A ação é decorrente de uma demanda dos representantes do movimento repassada à autora da propositura, deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB). Segundo os relatos dos portadores de hanseníase, eles se sentem prejudicados com a suspenção do benefício.

“O grupo procurou o nosso mandato e solicitou meu apoio em relação à suspensão do BPC aos sequelados de hanseníase, pois eles se sentem prejudicados com a suspensão desse benefício”, explicou a vice-presidente da Assembleia.

O BPC que é recebido pelos hansenianos poderá ser suspenso de acordo com uma determinação do Governo Federal, que entende que o benefício não pode ser acumulado com outros. Os hansenianos que recebem o BPC, entretanto, dizem que dependem exclusivamente desse auxílio para sobreviver.

A audiência pública vai apresentar o panorama do assunto no País e no Estado. Autoridades envolvidas com o tema foram convidadas para participar da atividade. A proposta do Legislativo será no sentido de encaminhar ao Governo Federal uma solução para o problema que afeta dezenas de famílias no Amazonas.

(*) Com informações da assessoria da deputada