Aulas presenciais do Cetam em Manaus e no interior retornarão na próxima segunda-feira (5)

Foto: divulgação

As aulas presenciais do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) retornarão na próxima segunda-feira (5). O retorno é válido somente para cursos técnicos e especializações técnicas que se encontram em fase de conclusão, na capital e interior do Estado. Para os demais cursos continuará sendo utilizada a metodologia de ensino remoto.

A decisão foi tomada pelo colegiado do Comitê Técnico-Profissional e Tecnológico (Cotep) da instituição, presidido pelo diretor-presidente do Cetam, Prof. Dr. José Augusto de Melo Neto. O Cotep baseou-se no Decreto nº 43.720, de 16 de abril de 2021, que dispõe sobre o retorno facultativo das aulas presenciais e semipresenciais dos referidos cursos.

A medida atingirá 512 alunos de cursos técnicos na capital e 380 de especializações técnicas também em Manaus. As turmas são do Instituto Benjamin Constant (IBC) e escola Padre Estelio Dalison e Francisca Saavedra, unidades do Cetam. Já no interior, 3.080 alunos de cursos técnicos de 17 municípios voltarão a ter aulas presenciais.

O diretor-presidente do Cetam, Prof. Dr. José Augusto de Melo Neto, ressalta ser importante esse retorno porque as turmas, em sua maioria, estão entrando na fase do estágio supervisionado ou das aulas práticas. “Mas essa decisão também foi tomada tendo em vista o quadro da pandemia verificado em cada localidade, que se encontra estável ou com baixas incidências.”

O professor José Augusto informa que os gerentes do Cetam nos 17 municípios do interior que terão aulas presenciais, bem como os diretores das escolas na capital, estão orientados sobre a necessidade de serem seguidos os protocolos sanitários. Eles são imprescindíveis para evitar risco de contaminação.

Recomendações 

Na lista repassada aos gestores constam 40 itens com recomendações a serem seguidas à risca. Entre elas está o distanciamento social, bem como o não contato físico no ambiente escolar. A máscara continua sendo obrigatória, além do uso do álcool em gel, disponibilizado pelo Cetam em todas as suas escolas.

A lotação das salas de aula ficará limitada a 50% da capacidade e o distanciamento mínimo entre as carteiras ocupadas será de 1,5 metro. Bibliotecas devem funcionar, preferencialmente, para empréstimo de exemplares sem consulta prévia no local. Outra preocupação é com as atividades que fazem parte do planejamento pedagógico. Elas devem evitar aglomeração, compartilhamento de materiais e proximidade entre os alunos.

(*) Informações da assessoria