Avaliação negativa do governo vai de 30% para 33%, diz pesquisa Ibope

governo-dilma-negativo

O percentual de eleitores que considera “ruim” ou “péssimo” o governo da presidente Dilma Rousseff passou de 30% em abril para 33% neste mês, segundo o Ibope. Desde dezembro do ano passado, quando era de 20%, a avaliação negativa do governo só cresceu – 24% em fevereiro, 27% em março, 30% em abril e agora 33%.

Os números da avaliação do governo são parte da pesquisa de intenção de voto para presidente divulgada nesta quinta-feira (22), em que Dilma (PT) aparece em primeiro lugar, com 40%, seguida dos pré-candidatos Aécio Neves, do PSDB (20%), e Eduardo Campos, do PSB (11%).

A avaliação positiva do governo variou dentro da margem de erro da pesquisa (dois pontos percentuais para mais ou para menos). Em abril, eram 34% os que julgavam o governo “ótimo” ou “bom”; em maio, 35%.

Os que consideravam o governo “regular” eram 34% em abril e passaram a 30% em maio. Os que não sabem ou não quiseram responder eram 2% em abril, percentual que se manteve em maio.

O Ibope ouviu 2.002 eleitores em 140 municípios entre os últimos dias 15 e 19. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que o instituto tem 95% de certeza de que os resultados obtidos estão dentro da margem de erro. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00120/2014.

Fonte: G1